top of page
Buscar
  • ribeirotorbes

PIX SERÁ TAXADO? SAIBA TODA A VERDADE.



Ainda não há informações oficiais sobre a tributação do Pix. No entanto, é importante destacar que o Pix foi criado com o objetivo de tornar as transações financeiras mais rápidas, fáceis e acessíveis para todos, sem cobrar taxas adicionais. Dessa forma, é possível que a tributação do Pix possa ser revista e alterada no futuro, mas ainda não há nenhuma informação oficial sobre esse assunto. É importante acompanhar as notícias e anúncios do Banco Central do Brasil e da Receita Federal para ficar por dentro das últimas informações sobre a tributação do Pix.

O Pix é uma inovação financeira que tem revolucionado a forma como as pessoas realizam transferências e pagamentos no Brasil. Lançado em novembro de 2020, o Pix já é utilizado por milhões de pessoas e empresas e tem sido aprimorado constantemente desde então. Em 2023, foram implementadas várias mudanças significativas no Pix, tornando-o ainda mais fácil de usar e acessível para todos.

Uma das principais mudanças no Pix em 2023 foi a inclusão de novos canais de pagamento. Além das transferências realizadas através de aplicativos bancários ou do site da instituição financeira, agora é possível fazer pagamentos Pix através de QR Code em estabelecimentos comerciais e também utilizando o sistema de pagamento por NFC (Near Field Communication) em dispositivos móveis. Isso significa que as pessoas podem fazer pagamentos Pix sem precisar digitar dados bancários, tornando o processo mais rápido e seguro.

No território sem lei da internet já saiu boatos de que o Pix seria taxado em 2023, que a ferramenta seria banida pelos grandes bancos e que até seria cancelada. Essas informações são verdadeiras?

O sistema de transferência instantânea de dinheiro está em vigor desde novembro de 2020, e o PIX entrou em 2023 com novas regras.

No entanto, as novas regras do PIX se tornaram alvo frequente de mentiras entre as notícias que circulam nas redes sociais e grupos de WhatsApp.

Uma das mais recentes, divulgada em tom alarmante, afirma que o novo presidente decidiu cobrar taxas pelas transferências do PIX e criou novas regras. A principal delas seria a cobrança de uma série de tarifas em diversos bancos e serviços como Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Santander e Transfeera. Entretanto, a informação é falsa e já era desmentida há um mês.

Todas as alterações às regras deste tipo de transferências são as mesmas desde a data de 2 de janeiro, vejamos quais são:

-Fim do limite por transação.

-Flexibilização do limite noturno.

-Pix Saque e Troco.

-Transferências a empresas.

-Compras.

-Aposentadorias e pensões.

-Correspondentes bancários.

O Banco Central vai facilitar o recebimento dos recursos pelos correspondentes bancários por meio do PIX. Além disso, na instrução normativa expedida em dezembro, o Banco Central estabeleceu que, a partir de 3 de julho de 2023, as instituições financeiras serão obrigadas a oferecer, no aplicativo associado ao PIX, funcionalidade para que o cliente gerencie limites e personalize o início da noite. A maioria das instituições já oferece o recurso aos usuários, de forma opcional.

O Pix é uma inovação financeira que tem revolucionado a forma como as pessoas realizam transferências e pagamentos no Brasil. Lançado em novembro de 2020, o Pix já é utilizado por milhões de pessoas e empresas e tem sido aprimorado constantemente desde então. Em 2023, foram implementadas várias mudanças significativas no Pix, tornando-o ainda mais fácil de usar e acessível para todos.

Uma das principais mudanças no Pix em 2023 foi a inclusão de novos canais de pagamento. Além das transferências realizadas através de aplicativos bancários ou do site da instituição financeira, agora é possível fazer pagamentos Pix através de QR Code em estabelecimentos comerciais e também utilizando o sistema de pagamento por NFC (Near Field Communication) em dispositivos móveis. Isso significa que as pessoas podem fazer pagamentos Pix sem precisar digitar dados bancários, tornando o processo mais rápido e seguro.


1 visualização0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
001.png
bottom of page